Tulipa ERP

Conheça os 4 pilares do trade marketing

o trade marketing surge como uma forma de otimizar o posicionamento da marca e garantir que ela sempre fique a frente de concorrentes. Para te ajudar a compreender melhor como essa abordagem funciona …

JUNTE-SE AO TIME DE PESSOAS DE SUCESSO

Entre para nossa lista exclusiva e receba com prioridade conteúdos novos toda semana

Você já ouviu falar nos pilares do trade marketing? Hoje, o investimento em novas estratégias de divulgação de marcas e produtos se tornou crucial para quem pretende se manter competitivo. Afinal, a transformação digital mudou radicalmente a maneira como companhias se posicionam e se relacionam com o seu público-alvo.

Nesse sentido, o trade marketing surge como uma forma de otimizar o posicionamento da marca e garantir que ela sempre fique a frente de concorrentes. Para te ajudar a compreender melhor como essa abordagem funciona e os seus pilares, preparamos o post abaixo.

Continue a leitura e veja quais são os pilares do trade marketing!

O que é trade marketing?

O trade marketing é uma estratégia de publicidade que envolve o fabricante de um produto, o varejo e o consumidor para reforçar a presença da marca nos pontos de venda.

Essa abordagem adota amplos estudos para criar um elo mais robusto entre a marca e o seu público-alvo e, assim, gerar mais vendas. Ela torna o processo de compras mais atraente e, ao mesmo tempo, capaz de conquistar até mesmo os clientes mais exigentes.

Quais os objetivos do trade marketing?

O trade marketing permite que a marca conquiste novos clientes com mais facilidade. Além disso, auxilia o negócio a fidelizar os já existentes. Desse modo, a companhia pode ser vista com uma nova ótica, voltada para a experiência do consumidor.

Quais são os pilares fundamentais do trade marketing?

O trade marketing tem 4 pilares. Eles dão suporte aos profissionais de vendas e auxiliam na busca por melhores estratégias. Confira os pontos básicos de cada um a seguir!

Sortimento

O sortimento é o processo em que os produtos são direcionados para cada PDV a partir das demandas de seu público-alvo. Uma empresa que atende a um supermercado e um posto de gasolina, por exemplo, deverá direcionar para cada um de seus parceiros peças publicitárias e mercadorias com moldes diferentes. Afinal, as demandas de cada consumidor desses tipos de negócios são diferentes.

Preço

O segundo pilar do trade marketing é o preço da mercadoria. Ele muda conforme a etapa do processo de venda (atacados praticam taxas de lucro diferentes do que lojas de conveniência, por exemplo), assim como o local em que cada PDV está localizado. Por isso, a definição do preço deve ser feita a partir de um amplo estudo sobre o mercado em que o negócio atua.

Visibilidade

A visibilidade passa pela identidade visual da empresa e pelo seu posicionamento dentro da loja. Ela deve ser pensada considerando o tipo de ambiente em que o produto ficará, as possibilidades de se destacar a frente da concorrência e as demandas do parceiro comercial. Dessa maneira, o produto poderá ser atraente ao cliente desde o primeiro contato dele com a marca.

Promoção

Entre os pilares do trade marketing, a promoção é o que une todos os anteriores. Práticas como descontos em compras de múltiplos itens ou a distribuição de brindes podem ser adotadas para tornar o preço do produto mais atraente. Além disso, a aplicação de descontos pontuais auxilia o PDV a atrair mais vendas para a mercadoria.

Garantir que a marca esteja presente no imaginário de seu consumidor é algo fundamental para o sucesso de qualquer empresa. A capacidade de empreendimentos adotarem boas abordagens para os seus processos de marketing melhora a habilidade da empresa atingir sucesso a médio e longo prazo. Além disso, auxilia o negócio a fidelizar os seus clientes com facilidade.

Nesse cenário, conhecer os pilares do trade marketing é um dos passos iniciais para atingir o sucesso esperado a médio e longo prazo. Essa abordagem cria uma melhor experiência do consumidor, coloca os parceiros comerciais como agentes de engajamento e garante que todos os envolvidos na cadeia de produção possam lucrar mais. Por isso sempre considere o trade marketing como um investimento estratégico capaz de colocar o negócio em um bom lugar no seu setor de atuação.

Curtiu a nossa dica? Então assine já a newsletter do blog para receber os próximos conteúdos em primeira mão!

Hey,

deixe nos comentários o que você achou deste conteúdo. ;)