Tulipa ERP

Fique por dentro dos principais indicadores de produção industrial

concorrência no setor industrial é tão alta que apenas as empresas mais eficientes sobrevivem e conseguem prosperar. Nesse cenário, é preciso encontrar formas de ser cada vez mais produtivo, manter os custos sob controle e entender tudo que pode ser melhorado.

JUNTE-SE AO TIME DE PESSOAS DE SUCESSO

Entre para nossa lista exclusiva e receba com prioridade conteúdos novos toda semana

A concorrência no setor industrial é tão alta que apenas as empresas mais eficientes sobrevivem e conseguem prosperar. Nesse cenário, é preciso encontrar formas de ser cada vez mais produtivo, manter os custos sob controle e entender tudo que pode ser melhorado.

Assim, o uso de indicadores de produção industrial é fundamental. Com eles, você vai conseguir estabelecer um histórico e fazer comparações, definir metas e visualizar o que pode ser considerado sucesso e o que precisa de melhorias.

Neste post, vou relacionar alguns dos principais indicadores de produção industrial e mostrar a função de cada um deles. Acompanhe!

Número de produtos produzidos

Esse indicador mostra quantos produtos foram produzidos em um determinado período. Ele ajuda a identificar discrepâncias, como algum setor ou que esteja abaixo da média, permitindo que você descubra a causa da baixa produção e decida como agir.

Produtividade homem/hora

Aqui, mede-se a quantidade de itens produzidos por um colaborador em uma hora. É importante para avaliar a produtividade dos funcionários da linha de produção e pensar em formas de aumentá-la, como capacitando melhor os profissionais ou redesenhando e automatizando processos.

Utilização da capacidade instalada

Saber o nível de utilização da capacidade instalada é importante, por um lado, para avaliar se as instalações físicas e o maquinário da fábrica estão sendo aproveitados plenamente e, por outro, para evitar interrupção nas entregas aos clientes.

Imagine que sua empresa tenha capacidade de produzir 5 mil produtos por mês e esteja produzindo apenas 3 mil, ou seja, o nível de utilização da capacidade instalada é de apenas 60%. Com isso, você pode decidir, por exemplo, reforçar o time de vendas para ter uma demanda maior ou, se preciso, redimensionar o número de trabalhadores na produção.

Mean Time to Repair (MTTR)

MTTR é uma sigla em inglês que, em português, quer dizer Tempo Médio para Reparo. Esse indicador está ligado aos equipamentos da indústria e aponta o tempo gasto para consertar um equipamento depois que ocorre uma falha. Equipamento parado significa queda na produção, por isso é preciso garantir que os reparos sejam rápidos e eficientes.

Overall Equipment Effectiveness (OEE)

Em português, Overall Equipment Effectiveness significa Eficiência Geral dos Equipamentos. Esse indicador diz respeito à eficiência da indústria e é medido a partir de outros três indicadores:

  • disponibilidade;
  • performance;
  • qualidade.

A disponibilidade diz respeito ao tempo em que o equipamento ou a linha de produção permaneceram funcionando corretamente. Assim, se a linha foi programada para rodar por 18 horas, mas em um período específico rodou por 15 horas, teve uma disponibilidade de 83,3%.

Já a performance pode ter diferentes interpretações, dependendo das necessidades específicas da empresa. Pode, por exemplo, estar ligada à velocidade da produção e ser impactada por pequenas paradas que influenciam o número de itens produzidos em determinado intervalo de tempo.

Por fim, o índice de qualidade diz respeito ao número de itens dentro dos padrões quando comparado à produção total. Se, numa produção de 3000 itens, 150 foram descartados por não atenderem aos padrões estabelecidos, o índice de qualidade foi de 95%.

Assim, os indicadores de produção industrial podem ser usados para medir diferentes aspectos, como a produtividade dos colaboradores, o funcionamento dos equipamentos ou o nível de produção de forma geral. O mais importante é que você selecione os índices que são mais importantes para a sua indústria e faça um monitoramento constante.

Gostou do artigo? Então aproveite para continuar aprofundando seus conhecimentos e saiba agora o que fazer para aprimorar a gestão de processos industriais!

Hey,

deixe nos comentários o que você achou deste conteúdo. ;)