Blog TULIPA ERP

Entrevista com Haelmo de Almeida, CEO da Novalis Tecnologia

“Oferecer uma solução criada em Cloud, aliada a usabilidade agradável e redução considerável com custos de implementação foi a aposta assertiva que tem contribuído para o crescimento da desenvolvedora de softwares do interior paulista.


⇒ Conte-nos um pouco sobre a história da NOVALIS TECNOLOGIA.

 A NOVALIS é uma empresa que eu iniciei há 4 anos para entrar nesse novo mundo da internet. Mas o interessante é que, a história da NOVALIS iniciou bem antes disso, exatamente em 1975 quando tive meu primeiro contato com softwares de gestão de grande porte (chamados mainframes), na época que trabalhei na multinacional GE (General Electric do Brasil S/A) em Campinas/SP, onde fazíamos a contabilidade em outras moedas, fechamento de custos, toda a gestão financeira e tínhamos que enviar essas informações em planilhas manuais para serem digitadas na GE de São Paulo.
 
Depois de alguns anos, quando eu era controller na multinacional CP Kelko Brasil, eu comecei a aprender programação por hobby, e essa foi literalmente minha maior paixão profissional.
 
Em 1988 eu criei minha primeira empresa de software de gestão, a SIA Informática, em Limeira/SP. Praticamente 90% de todo o código fonte do ERP, fui eu que desenvolvi em Clipper no ambiente DOS (que era uma tecnologia top na época). Quando foi chegando próximo do ano 2000, o mercado começou a mudar e vieram os sistemas para Windows.
 
Em 1999 eu conheci a RM Sistemas em uma feira de informática e nos tornamos uma revenda dos produtos da RM que já eram no ambiente Windows. A RM Sistemas era uma das maiores empresas de software do Brasil, e em pouco tempo, nós nos tornamos a “maior revenda” da RM Sistemas nível Brasil.
 
Em Abril de 2006, a RM Sistemas foi adquirida pela TOTVS, onde fiquei alguns anos como franqueado da TOTVS. Em 2012 eu iniciei uma nova fase profissional, dando início a NOVALIS, onde começamos o desenvolvimento do TULIPA ERP, usando toda essa experiência, porém com uma tecnologia moderna e 100% na nuvem.
 
Hoje o TULIPA ERP está crescendo muito e conquistando clientes em todo o Brasil.

 
 

⇒ Quais são os segmentos de mercado atendidos hoje pela empresa?

Atende hoje os segmentos de indústrias, prestadores de serviços, comércio, transportes, obras, projetos e agronegócio.

 

⇒ A empresa desenvolveu uma solução proprietária chamada TULIPA ERP. Em que consiste ela e quais os benefícios para o usuário?

O TULIPA ERP é um software de gestão empresarial (ERP) 100% na nuvem, completo e com processos consolidados.
Atualmente, sistemas na nuvem são requisitados pelo mercado devido as vantagens de mobilidade (acesso de qualquer lugar), segurança e redução de custos, por não necessitar de infra-estrutura em hardware.
 
Quando pensamos em desenvolver o TULIPA ERP, queríamos desenvolver um software de gestão que tivesse uma usabilidade agradável, fosse fácil de usar e que facilitasse a vida do usuário; como consequência um custo menor da implantação sem perda de qualidade. Hoje em dia, as empresas estão enxutas e precisam de processos ágeis, e é exatamente isso que oferecemos com nosso software. Essa facilidade de uso é uma das coisas que nossos clientes “adoram” no TULIPA ERP.
 
É muito gratificante quando converso com nossos clientes e eles mostram as pessoas usando o TULIPA ERP e os benefícios que nosso software de gestão trouxe para eles.
 

 

⇒ Na sua opinião em que grau de maturidade o Brasil se encontra no que diz respeito ao entendimento do conceito de uso do ERP, tanto do usuário final como do profissional responsável pela implementação ou o desenvolvimento da ferramenta?

Hoje no Brasil, tanto o usuário final como os profissionais de Tecnologia da Informação, já estão bem consolidados com o entendimento do conceito do uso de ERP e sua necessidade, principalmente depois que as empresas começaram a atender as obrigações fiscais de forma eletrônica (NF-Eletrônica, SPEDs, etc..).

Porém, hoje em dia com uso cada vez maior de Facebook, Whatsapp e acesso a Bancos pela internet, as pessoas querem também acessar o seu ERP pela nuvem, e essa demanda vai crescer muito, pois a Web está aí e as empresas terão que se preparar para esse novo momento. 



⇒ Levando em consideração o seu expertise adquirido ao longo destes anos, é correto dizermos que a essência da necessidade não mudou, ou seja, o cliente continua precisando de uma solução para automatizar seus processos?

Exatamente, a essência vem se mantendo, pois cada vez mais as empresas precisam de uma solução para automatizar os seus processos, reduzir custos e dar respostas mais rápidas aos seus clientes. O que está mudando é que os clientes querem tudo isso, porém agora na Web.

  


⇒ As tecnologies waves, como mobile, cloud, Big Data, IoT estão cada vez mais presentes na realidade do usuário, o que inevitavelmente faz com que os desenvolvedores de softwares nem pensem em fazer seus produtos sem algum tipo de integração com elas. Ao mesmo tempo, cresce a pressão por preço, já que o mesmo usuário vem buscando alternativas para reduzir seus custos com o projeto de implementação. Em sua opinião qual o caminho a seguir para ajustar esta equação e ser um fornecedor competitivo?

Esse é um ponto importante. As empresas de Tecnologia de Informação que desejarem permanecer nesse mercado, principalmente nos das pequenas e médias empresas, onde os orçamentos para implantação de ERP está se reduzindo a cada ano, precisam ter qualidade com preço acessível.
 
Softwares complexos, que não estejam 100% na web e que demandam muito tempo para implantação e parametrização, e consequentemente altos investimentos, terão dificuldades em serem competitivos.
 
Devido a isso, os ERP’s com tecnologias mais antigas terão grandes dificuldades de atender o mercado com qualidade e preço competitivo.

  

⇒ Vários aspectos sócio–econômicos e culturais tem impulsionado o Brasil para uma crescente atitude de empreendedorismo nos últimos anos. Contudo, ainda pecamos no planejamento e na perenidade dos novos negócios. O que fazer para mudar este cenário? Como ajudar estes novos empreendedores?

Primeiro, o que todo iniciante a empreendedorismo tem que ter é uma paixão pelo negócio que está montando, pois os desafios serão grandes, e ter uma visão clara de que ter o seu próprio negócio vai exigir muita dedicação, trabalho e preparação. Portanto, sem paixão, nada feito.
 
Outro fator importante é analisar o potencial do mercado que você quer atender e alinhar o seu projeto com a expectativa do seu mercado.

   

⇒ Como você enxerga o mercado de software de gestão nos próximos dez anos?

A riqueza de dados acumulados, sejam de clientes, fornecedores, negócios das empresas, hoje é tradicionalmente sub-utilizado.

Os sistemas de ERP tenderão a ter análises mais gerenciais e automatizadas, utilizando e cruzando esses dados, para preparar estratégias futuras e ajudar os negócios das empresas.
 
A mobilidade e interação com redes sociais também será praticamente obrigatória, motivo pelo qual adotar um ERP na nuvem hoje já está se tornando algo comum.

 

Fonte: <http://portalerp.com/entrevistados/2696-entrevista-com-haelmo-coelho-de-almeida-ceo-da-novalis-tecnologia-de-software>

Editado por: Luis Vicentini | Novalis Tecnologia
 


Deixe um comentário abaixo ;)